Gênesis – Capítulo 5


1 Este é o registro da descendência de Adão: Quando Deus criou o homem, à semelhança de Deus o fez;
2 homem e mulher os criou. Quando foram criados, ele os abençoou e os cha­mou Homem[23].
3 Aos 130 anos, Adão gerou um filho à sua semelhança, conforme a sua imagem; e deu-lhe o nome de Sete.
4 Depois que gerou Sete, Adão viveu 800 anos e gerou outros filhos e filhas.
5 Viveu ao todo 930 anos e morreu.
6 Aos 105 anos, Sete gerou[24] Enos.
7 Depois que gerou Enos, Sete viveu 807 anos e gerou outros filhos e filhas.
8 Viveu ao todo 912 anos e morreu.
9 Aos 90 anos, Enos gerou Cainã.
10 Depois que gerou Cainã, Enos viveu 815 anos e gerou outros filhos e filhas.
11 Viveu ao todo 905 anos e morreu.
12 Aos 70 anos, Cainã gerou Maalaleel.
13 Depois que gerou Maalaleel, Cainã viveu 840 anos e gerou outros filhos e filhas.
14 Viveu ao todo 910 anos e morreu.
15 Aos 65 anos, Maalaleel gerou Jarede.
16 Depois que gerou Jarede, Maalaleel viveu 830 anos e gerou outros filhos e filhas.
17 Viveu ao todo 895 anos e morreu.
18 Aos 162 anos, Jarede gerou Enoque.
19 Depois que gerou Eno­que, Jarede viveu 800 anos e gerou outros filhos e filhas.
20 Viveu ao todo 962 anos e morreu.
21 Aos 65 anos, Enoque gerou Matusalém.
22 Depois que gerou Matusalém, Enoque andou com Deus 300 anos e gerou outros filhos e filhas.
23 Viveu ao todo 365 anos.
24 Enoque andou com Deus; e já não foi encontrado, pois Deus o havia arrebatado.
25 Aos 187 anos, Matusalém gerou Lameque.
26 Depois que gerou Lameque, Matusalém viveu 782 anos e gerou outros filhos e filhas.
27 Viveu ao todo 969 anos e morreu.
28 Aos 182 anos, Lameque gerou um filho.
29 Deu-lhe o nome de Noé e disse: “Ele nos aliviará do nosso trabalho e do sofrimento de nossas mãos, causados pela terra que o Senhor amaldiçoou”.
30 Depois que Noé nasceu, Lameque viveu 595 anos e gerou outros filhos e filhas.
31 Viveu ao todo 777 anos e morreu.
32 Aos 500 anos, Noé tinha gerado Sem, Cam e Jafé.

Share this:

SOBRE O AUTOR

Paulo Matheus Souza de Souza nasceu em 1989, na cidade Porto Alegre. É engenheiro civil e trabalha com pesquisa na área. Começou a escrever cedo, junto com os irmãos, primos e amigos. Juntos, eles fundaram uma “editora”, chamada Scott, onde o que mais faziam basicamente histórias em quadrinhos. Com o tempo, o autor passou a escrever histórias mais longas, algumas até hoje inacabadas. Em 2008 começou a escrever contos e crônicas neste blog pessoal.

0 comentários: