A primeira comédia romântica cristã do Brasil é lançada com sucesso


Depois de dois anos de muito trabalho a Red Films lançou no último dia 11 de setembro o longa metragem As Estrelas Me Mostram Você. O evento contou com duas sessões na cidade de Joinville Santa Catarina onde mais de 1500 pessoas tiveram a oportunidade de prestigiar essa que é a primeira comédia romântica cristã do Brasil.
A cidade que é conhecida por ter o maior festival de dança do Brasil e um dos maiores do mundo ficou completamente mobilizada e os ingressos para a estréia haviam terminado duas semanas antes de lançamento do longa.
A história de amor dos jovens Vitor e Julia, interpretados por Rafael Uber e Jéssyca Oliveira, começou em 2006. A Red Films que pertence ao Grupo Red nasceu como uma associação sem fins lucrativos para montagem de peças teatrais, apresentadas em várias cidades de Santa Catarina. Após 200 apresentações de oito espetáculos, os idealizadores resolveram ampliar o trabalho para o cinema. “Fazíamos curtas para apresentar nos intervalos de cada ato das peças. Então resolvemos encarar o desafio”, relembra Fábio.
O diretor escreveu o roteiro em 2005 e começou a árdua pré-produção. Os 80 integrantes do Grupo Red fizeram testes de vídeo, estudaram técnicas de produção e, aos poucos, foram ganhando suas funções. O elenco, vindo praticamente todo do teatro, precisou de novas aulas de interpretação para aprenderem a linguagem de atuação em audiovisual.
Com o orçamento apertado, “As Estrelas me Mostram Você” ganhou o gosto do público pela garra de seus idealizadores. Alguns equipamentos foram comprados, outros construídos e logo a bagunça ganhou forma e o roteiro de Fábio saiu do papel depois de dois longos anos.
Desde o ano passado o filme estava em pós-produção. A equipe técnica trabalhou muito para que a qualidade seja comparada a grandes produções nacionais. O resultado final tem surpreendido os maiores críticos do Brasil.

Share this:

SOBRE O AUTOR

Paulo Matheus Souza de Souza nasceu em 1989, na cidade Porto Alegre. É engenheiro civil e trabalha com pesquisa na área. Começou a escrever cedo, junto com os irmãos, primos e amigos. Juntos, eles fundaram uma “editora”, chamada Scott, onde o que mais faziam basicamente histórias em quadrinhos. Com o tempo, o autor passou a escrever histórias mais longas, algumas até hoje inacabadas. Em 2008 começou a escrever contos e crônicas neste blog pessoal.

0 comentários: