Uma vida com/sem Jesus

Vê a foto acima? É fácil perceber que se trata de um momento único. Imagine se sua vida fosse assim para sempre? Difícil imaginar?


Pois é.

Com tudo o que vêmos na tv ou nos jornais, o mundo se encaminha para um colapso. Poucos se dão conta, é claro, mas pessoas morrem aos milhares todos os dias, e muitas pelas razões mais fúteis que você possa imaginar.

Voltando para a foto acima, seria ótimo, sabendo de tudo o que acontece, viver ali, não acham? Mas nem todos os momentos da nossa vida são belos. Você não poderia de jeito algum viver sem se preocupar com os outros. Mas, sem querer levar para o lado primitivo, onde iriamos encontrar aspirinas e coca-cola? Isso pode nos levar a outro pensamento: se alguém muito rico comprar um lugar igual a este da foto e viver para sempre com sua família, a alegria iria acabar tão cedo quanto a vontade de viver. Ou, por puro acaso, guerrileiros invadiriam a floresta, pois há sempre uma guerra, outra sem motivo, e a família rica é morta. Nesse mundo não há muros que resistam ao homem.

Trágico não?

Trágico é viver sem Jesus.

Viver sem Jesus é ser ruim, pois acha que tudo que é bom acaba. Viver sem Jesus e ser bom não leva a nada, pois não adianta ser bondoso e generoso, mas nada disso ter significado. E levando para o lado humano, são poucos, muito poucos, os bons samaritanos que fazem boas ações sem querer receber algo em troca. Muitas vezes, são mortos cruelmente, e só Deus saberá seu futuro. Num mundo de incertezas como esse, viver sem Jesus é arriscado.

Certa vez eu pensei errado. Eu tinha certeza de um pensamento: se vivermos sem Deus, pensando que ele não existe, estaremos nos arriscando. Se vivermos com Deus, esperando pela volta de Jesus, mesmo nos privando de certos prazeres dessa vida, certamente estaremos de um lado do futuro...

Hoje penso de um outro jeito: Viver sem Jesus é ruim, as alegrias são vazias e duram pouco. Viver com Jesus, sim, é ter uma vida de contentamento e alegria aqui nesse mundo. Saber que um mundo melhor nos aguarda me deixa mais feliz. Me deixa bem perto de Jesus.

Deixando bem claro: Não cabe a mim dizer de que jeito e como deve ser uma pessoa que segue a Cristo; viver conforme seus escritos e fazer o que Jesus faria é um dica importante. Além disso, Ele foi mas deixou o Espírito Santo. Ele intercede por nós e separa nosso corpo do pecado. Mas Jesus voltará. Breve os que tiverem dúvidas sobre o evangelho serão exclarecidos. Ainda que seja muito tarde...

Salmos, 31:24 - Sede fortes, e revigore-se o vosso coração, vós todos que esperais no Senhor.


PMSS

Share this:

SOBRE O AUTOR

Paulo Matheus Souza de Souza nasceu em 1989, na cidade Porto Alegre. É engenheiro civil e trabalha com pesquisa na área. Começou a escrever cedo, junto com os irmãos, primos e amigos. Juntos, eles fundaram uma “editora”, chamada Scott, onde o que mais faziam basicamente histórias em quadrinhos. Com o tempo, o autor passou a escrever histórias mais longas, algumas até hoje inacabadas. Em 2008 começou a escrever contos e crônicas neste blog pessoal.

1 comentários:

bruna-p disse...

Muito bom seu texto Paulo! É pra refletir mesmo. Agente só percebe que viver sem Jesus é trágico quando agente vê os desastres que andam acontecendo com os incrédulos aí fora.

Beijos.
Ass: Bruna M. P.