O 1º de abril


Lembram do dia da mentira? Seria mentira dizer que ninguém lembra...
Dia 1º de abril é comemorado por alguns motivos peculiares, e podemos citar a explicação Wikipédica:


"Há muitas explicações para o 1 de abril ter se transformado no Dia da Mentira. Uma delas diz que a brincadeira surgiu na França. Desde o começo do século XVI, o Ano Novo era festejado no dia 25 de Março, data que marcava a chegada da primavera. As festas duravam uma semana e terminavam no dia 1 de abril.
Em
1564, depois da adoção do calendário gregoriano, o rei Carlos IX de França determinou que o ano novo seria comemorado no dia 1 de janeiro. Alguns franceses resistiram à mudança e continuaram a seguir o calendário antigo, pelo qual o ano iniciaria em 1 de abril. Gozadores passaram então a ridicularizá-los, a enviar presentes esquisitos e convites para festas que não existiam. Essas brincadeiras ficaram conhecidas como plaisanteries.
Em países de língua inglesa o dia da mentira costuma ser conhecido como April Fool’s Day ou Dia dos Tolos, na
Itália e na França ele é chamado respectivamente pesce d’aprile e poisson d’avril, o que significa literalmente “peixe de abril”.
No Brasil, o 1º de abril começou a ser difundido em
Pernambuco, onde circulou “A Mentira”, um periódico de vida efêmera, lançado em 1º de abril de 1848, com a notícia do falecimento de Dom Pedro, desmentida no dia seguinte. “A Mentira” saiu pela última vez em 14 de setembro de 1849, convocando todos os credores para um acerto de contas no dia 1º de abril do ano seguinte, dando como referência um local inexistente".


***


Sabendo de tal dia, podemos ter certeza que ele será, digamos, comemorado apenas nesse dia? Ou deixará de ser brincadeira para se tornar hábito nos outros 364 dias (365 em anos bissextos)?
Um dos assuntos mais sérios que existem é tratado normalmente como brincadeira... Mesmo sendo em apenas um dia, sempre tem aquela parte que acontece alguns dias após: 1º de abril, passou e não viu!
Bom, deixando as brincadeiras, a mentira é algo ruim. Se fazermos uma analogia do tipo, se o Diabo é o pai da mentira, por que então muitos de nós quer ser o seu filho? Bem, isso pode parecer um pouco exagerado, mas não deixa de ser verdade.

Ahh, chegamos onde eu queria. O antídodo! Sim, como dizem que a mentira tem perna curta, que logo é descoberta, e por fim, só nos põe para baixo, por qual motivo não utilizamos a verdade? Ou será que esquecemos do grande ensinamento: "Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará"?
Mas libertará de quê?


Isso sempre vai depender de onde a mentira te colocar... Mentir pode colocar uma pessoa no auge. E a verdade pode tirá-la desse lugar rapidamente. Desse ponto, a verdade pode parecer ruim, pois transparecerá a mentira que o fez subir. E, assim, os que foram prejudicados pela mentira serão recompensados, pois o mal não prevalece sobre quem é justo. E melhorando ainda mais esse pensamento, podemos lembrar que a justiça de Deus é verdadeira, tanto é que muitos dos códigos de justiça são baseados no Livro Sagrado. E sendo verdadeira, podemos concluir que Deus é nosso amigo, nós quer fazendo justiça para que sejamos recompensados. Pode parecer que os mentirosos estão levando vantagem, mas não se esqueça (e isso eu não tirei da Bíblia, ein!) que a mentira tem perna curta.
Fontes:
Wikipédia - Origem do dia da mentira
Bíblia Sagrada - João 8 : 32
PMSS

Share this:

SOBRE O AUTOR

Paulo Matheus Souza de Souza nasceu em 1989, na cidade Porto Alegre. É engenheiro civil e trabalha com pesquisa na área. Começou a escrever cedo, junto com os irmãos, primos e amigos. Juntos, eles fundaram uma “editora”, chamada Scott, onde o que mais faziam basicamente histórias em quadrinhos. Com o tempo, o autor passou a escrever histórias mais longas, algumas até hoje inacabadas. Em 2008 começou a escrever contos e crônicas neste blog pessoal.

0 comentários: