Texts Unlikely II - Os Três Pontinhos...


Quem nunca ouviu falar nos famosos 3 pontinhos? Eles sempre estão presentes quando há algo em haver numa frase, num texto ou até nessa descrição esquisita... viu? A função dos 3 pontinhos é um tanto misteriosa, podendo ser usada desde um texto sarcástico até a falta de assunto... Eles, provavelmente, surgiram na idade média, depois da invenção de Gutemberg, quando a máquina dava seus 'tiltes' e para terminar a oração, sempre marcava 3 pontinhos. Isto foi encarado pelos historiadores como uma forma da máquina interagir com o meio... de qualquer forma, Gutemberg pensou que os 3 pontinhos no final de cada oração não era apenas um mero defeito da máquina, e sim uma forma de dizer que a frase está sem base, sem fundamento ou quer tentar chegar ao entendimento, ou seja lá o que for...

Os 3 pontinhos, ao contrário dos dois (:), tem a função nobre de expressar esquecimento em alguns casos, o mais comum é o
Homer Case. Um caso muito comum quando não se lembra ou quer evitar dizer algo, ou mesmo pouco sabe do que vai dizer.
Veja um exemplo abaixo:
- Esta noite você não vai seguir ninguém! - disse Marge a Homer.
- Está bem, Marge. Eu vou lá fora... para... seguir... Lenny... e Carl... Doh'l!

Mas, sem sombra de dúvidas, qualquer que seja a descrição os benditos estão presentes, tirando apenas as bases da escrita. Livros de romances, legendas de filmes, problemas na tecla '>.', até mesmo na nossa fala, como aqueles comentaristas que ficam dizendo: '- Ahn... e o problema ... maior, ahnn... são os hipopótamos... que, ahn... perderam o jogo e... mais tarde eu termino, ahh... . Isso é mais comum do que pensamos.

Existem regras ortográficas para os 3 pontinhos. Eles tem de ser sempre no fim de uma oração. Eles tem a mesma função de 1 ponto apenas, assim sendo, os outros dois pontos subsequentes significam o fim de outras duas frases ocultas escritas pelo escritor em seu subconciente. Isto é assunto para os estudiosos da mente humana e robótica (essa frase merecia 3 pontinhos, por exemplo...)...

Existe uma lenda que os 3 pontinhos na verdade se chamam ''Reticências'', mas isto não passa de boatos (no dicionário diz assim: Omissão voluntáriade uma coisa que se devia ou podia ou indic. de insinuação, segunda intenção, emoção. 2. Indic. de omissão, interrupção ou suspensão de sentido...).

Está científicamente provado que o uso de 3 pontinhos, em sua grande maioria, decreta o excesso de desconhecimento por parte do narrador...


PMSS

Share this:

SOBRE O AUTOR

Paulo Matheus Souza de Souza nasceu em 1989, na cidade Porto Alegre. É engenheiro civil e trabalha com pesquisa na área. Começou a escrever cedo, junto com os irmãos, primos e amigos. Juntos, eles fundaram uma “editora”, chamada Scott, onde o que mais faziam basicamente histórias em quadrinhos. Com o tempo, o autor passou a escrever histórias mais longas, algumas até hoje inacabadas. Em 2008 começou a escrever contos e crônicas neste blog pessoal.

1 comentários:

Rakel disse...

Humm. Interessante Matt, gostei..