Save My Soul - Jars of Clay em HQ


Letra de Save My Soul - Jars of Clay

I get off the couch and try to defend the ways that I measure right (Levanto do sofá e tento defender os caminhos que julgo corretos)
but I'm a mouse on a wheel, I'll toil and steal (mas sou como um rato de laboratório, normalmente me esforço e vagueio às escondidas)
It's the same by the day or night (sempre assim de noite e de dia)
You see the girls want the boys, the boys go to work (como você vê, as garotas querem os garotos, os garotos vão trabalhar)
some things will never change (algumas coisas nunca mudam)
but we shoot for the moons, we target the stars (atiramos para o alto, miramos as estrelas)
but we're always so out of range (mas elas estão sempre fora de nosso alcance).


'Cause it will never save my soul, never save my soul (pois isso jamais salvará a minh'alma, nunca salvará a minh'alma)
but I try and I try and I try (mas eu tento e eu tento).

I'm up but I'm late, a curse on my heels (Estou de pé, mas estou atrasado, uma maldicão que me persegue)
I stop when I have enough (eu paro quando obtive o bastante)
I drink to the cause and take the applause (faço um brinde à causa e recebo os aplausos)
but there's too many cracks in the cup (mas ha muitas rachaduras na taca).

And it would never save my soul, would never save my soul (E isso jamais salvaria a minha alma, jamais salvaria a minh'alma)
but I try and I try and I try (mas eu tento, eu tento, eu tento)
And it would never save my soul, would never save my soul (E isso jamais salvaria a minha alma, jamais salvaria a minh'alma)
but I try and I try and I try (mas eu tento, eu tento, eu tento).

Save my soul, I try and I try and I try (Salvar a minh'alma, eu tento, eu tento)
To save my soul (salvar a minh'alma).

It would never save my soul, would never save my soul (Isso jamais salvaria a minha alma, jamais salvaria a minh'alma)
but I try and I try and I try (mas eu tento, eu tento, eu tento)
No, no, no, no, no, it would never save my soul (Não, não, não, não, não, isso jamais salvaria a minh'alma)
God, can you take the weight off of my shoulders now (Deus, tire o peso de sobre os meus ombros neste momento)
Save my soul, don't even try, don't even try (Salvar a minh'alma, eu nem tento, eu nem tento).

Share this:

SOBRE O AUTOR

Paulo Matheus Souza de Souza nasceu em 1989, na cidade Porto Alegre. É engenheiro civil e trabalha com pesquisa na área. Começou a escrever cedo, junto com os irmãos, primos e amigos. Juntos, eles fundaram uma “editora”, chamada Scott, onde o que mais faziam basicamente histórias em quadrinhos. Com o tempo, o autor passou a escrever histórias mais longas, algumas até hoje inacabadas. Em 2008 começou a escrever contos e crônicas neste blog pessoal.

0 comentários: