GOLIAS LISBOA #1 : O caso do jogador de futebol de fim-de-semana e de uma secretária peculiar


Lembro de quando estava aqui na redação do DC, coçando o saco, sem fazer nada o dia inteiro, nada mesmo (nada), quando resolvi entrar num site proibido para menores de 18 anos e pessoas com risco de enfarto, e me deliciando com uma Trakinas de morango. O meu chefe, Billy, estava com caganeira e não poderia me pegar no flagra, mas a secretária (mequetrefe), me pegou. Tava ralado.

Saindo da redação, fui jogar bola no campo novo (Camp Nou), e lá estavam os velhos amigos do meu time: Moacir, Geraldo, Matusalém, Arigó, Jurandir (irmão do Tenório), Fitipaldi, Ventoinha e o Tartaruga. Todos exibindo seus físicos invejáveis para levantar copos de cerveja mais tarde.

A bola rolava, quando depois de um gol que Aristizábal fez de cotovelo, me aparece a secretária, vestindo um vestido considerado quase um não-vestido. Todos pararam, menos Trapézio, um fisiculturista que trabalhava no açougue do Talba, que estava apitando o jogo, pois era cego.

Ela veio em minha direção, dominou os olhares de Beto Cevada, que era muçulmano (as vezes), e me enfeitiçou com aquele perfume barato.

Me entregou um envelope, escrito "Tordesilhas". Pensei: seria um tratado?

Aniversário de um ano do meu filho.
Não abri. Meus amigos estavam em cima, curiosos, mas levei pro meu apartamento. Escolhi um momento especial para abri-la (ao utilizar a privada), e me surpreendi. E ao mesmo tempo, praguejei. Era para encontrar ela após o jogo, na festa de aniversário do meu filho Ednélson, de 1 ano (que eu esqueci de ir). Ao chegar festa, a decepção: Matusalém já havia conquistado a América. Vi ele e a secretária dançando dança do maxixe (com ajuda do nosso amigo Xiripa, meio-irmão do Tenório). E hoje os dois são casados. Que noite!

"O casamento desfalca um time, mas alegra uma dupla" (Roque, do programa Silvio Santos Vem Ai).

___
Cavid Doimbra escreve (quando dá na telha) sempre sobre Mulheres, Futebol e Menopausa.

Via Diário Chinelo 

Share this:

SOBRE O AUTOR

Paulo Matheus Souza de Souza nasceu em 1989, na cidade Porto Alegre. É engenheiro civil e trabalha com pesquisa na área. Começou a escrever cedo, junto com os irmãos, primos e amigos. Juntos, eles fundaram uma “editora”, chamada Scott, onde o que mais faziam basicamente histórias em quadrinhos. Com o tempo, o autor passou a escrever histórias mais longas, algumas até hoje inacabadas. Em 2008 começou a escrever contos e crônicas neste blog pessoal.

0 comentários: