Bíblia pode virar crime no Brasil




É isso mesmo. De acordo com o
PLC 122/2006, projeto que torna crime o preconceito homossexual, a Bíblia será "coisa" de criminoso. Esse é um tipo de lei que deve ser ridicularizada até o máximo possível...

A Bíblia é contra a união de casais do mesmo sexo.


Essa afirmação põe em questão valores morais da sociedade, que cada vez se corrompe mais e terá suas bases sólidas abaladas por, agora, encarados como modismos. Então, pregar os valores morais será crime. Acabou a questão ou a própria sociedade?

Crime seria atacar, ferir ou proferir palavras preconceituosas contra os homossexuais. Mas uma lei dessas deixa uma brecha muito grande, de que a Bíblia, uma palavra que avança por milênios, estando na mão de pastores, possa ser uma arma contra o modismo. E ai já viu. Cana.


Ou seja: vamos criar um mundo em que detestar um sorvete de limão pode levar a cadeira elétrica...


Deus ama os homossexuais, prostitutas e bandidos. Ama sim. Mas esse amor transforma eles em nova criatura, não esqueçamos disso. Não dá pra ser homossexual a carregar uma Bíblia debaixo do braço. É como roubar de manhã e ser juíz de tribunal à tarde.

Primeiro devemos amá-los, sim, mas depois vem o dicernimento. E, depois de vista a contradição, a decisão deve ser tomada. Ou seguir a Cristo ou seguir a carne.


E para você que NÃO quer que a lei seja aprovada, clique
aqui.

Fui claro?

Share this:

SOBRE O AUTOR

Paulo Matheus Souza de Souza nasceu em 1989, na cidade Porto Alegre. É engenheiro civil e trabalha com pesquisa na área. Começou a escrever cedo, junto com os irmãos, primos e amigos. Juntos, eles fundaram uma “editora”, chamada Scott, onde o que mais faziam basicamente histórias em quadrinhos. Com o tempo, o autor passou a escrever histórias mais longas, algumas até hoje inacabadas. Em 2008 começou a escrever contos e crônicas neste blog pessoal.

0 comentários: